Conheça Os Tipos De Seguros Mais Procurados E Suas Diferenças

Quais são os tipos de seguros?

Curtiu o post? Então compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Certamente, você já ouviu falar em seguro. Mas, será que saberia descrever quais são os tipos de seguros mais procurados? As opções em alta podem, também, ser excelentes para você e sua família. 

Além de tudo, também já vale adiantar que existem seguros obrigatórios. Com tantas informações e dicas essenciais, a sua vida e o seu bem-estar podem ficar mais protegidos. 

O primeiro passo, para isso, é seguir a leitura deste conteúdo. O restante a ComVida Seguros faz por você.

Confira! 

Quanto tempo demora para receber um seguro de vida? Confira neste artigo!

O Que É Um Seguro?

Antes de falarmos sobre os tipos de seguros mais contratados, vale entender do que se trata o termo em destaque. 

O seguro é o apoio e proteção que as pessoas podem garantir em momentos de imprevistos

A segurança pode ser representada tanto por uma cobertura (indenização em dinheiro) ou por assistências (serviços prestados) para amenizar ou resolver um ou mais problemas. 

Além disso, o seguro também pode ser destinado a, apenas, uma pessoa ou, ainda, a uma família inteira. Tudo vai depender bastante da modalidade de seguro contratado — o que veremos mais adiante.

Qual A Importância De Investir Em Um Seguro?

Nós até podemos planejar ações e um futuro inteiro, mas, há um fato ninguém pode negar: a vida também é feita de imprevistos.

Os fatos inesperados não escolhem determinadas pessoas, eles podem acontecer com qualquer um mesmo. 

Nesses momentos, é fundamental poder contar com apoio. Imagine, por exemplo, uma pessoa que, depois de anos poupando dinheiro, finalmente consegue comprar um carro. 

Só que, infelizmente, ela acaba por sofrer um acidente automobilístico e o carro fica irrecuperável. 

É provável que essa mesma pessoa não tenha dinheiro para arcar com despesas médicas, burocráticas, muito menos, para comprar outro automóvel. 

Daí, então, vem o papel de um seguro auto, que oferece cobertura financeira para arcar com a perda, além de assistência para pagamento de médico, exames e danos a terceiros. 

É claro que esse é só um exemplo dos tipos de seguros, existem outros bem comuns, também. 

Planejamento Financeiro Familiar: Q que É e Como Fazer o Seu

Quais São Os Principais Tipos De Seguros?

Separamos em uma lista de quais são os tipos de seguros mais procurados no Brasil. De forma que você possa contratar os que são pertinentes para se resguardar. 

Confira:

1. Seguro Automotivo

Muito comum no país, o seguro de carro resguarda o seu veículo de acidentes e, também, de roubos e furtos.

Em geral, os seguros de carro são contratados com frequência, devido ao número alto de roubos e frutos de veículos no país. 

No entanto, esse tipo de seguro também é positivo para situações como: furou um pneu na rua, quando você não sabe ou não quer trocar.

Além disso, o seguro automotivo resguarda o motorista e passageiros em caso de acidente que cause invalidez e, também, dá direito a rebocar o veículo e restaurar em caso de batidas.

Protegendo até mesmo o dano causado pelo motorista em outros veículos que tenham se envolvido no acidente. Por isso mesmo, o seguro de carro é uma proteção que absolutamente todos deveriam ter.

Uma vez que a cobertura é ampla e garante maior segurança para o proprietário do veículo transitar com tranquilidade.

2. Seguro De Vida

Cercado de tabus, o seguro de vida resguarda a família, financeiramente, em caso de perda de um ente querido.

Além da função principal, o seguro de vida também oferece coberturas por invalidez e, até mesmo, para diárias hospitalares em casos de acidentes.

Cada seguradora tende a oferecer uma cobertura em específico com o objetivo de atrair os clientes. 

Oferecendo serviços além do principal, que é o de resguardar financeiramente o beneficiário do seguro, em caso da morte do contratante.

É bastante comum que para financiar um imóvel próprio, o comprador precise contratar um seguro de vida. De modo que o valor da apólice possa ser suficiente para quitar a dívida com o imóvel financiado caso o cliente faleça antes de quitar.

Por isso, quem compra um imóvel financiado adere a esse tipo de seguro, sendo comum que as pessoas deixem de pagar pelo seguro de vida ao quitar o imóvel.

Um erro que não deveria ser cometido. O ideal é sempre deixar quem você ama financeiramente resguardado.

3. Seguro Residencial

Mais um dos tipos de seguros mais procurados é o residencial. Afinal, ter uma casa requer algumas responsabilidades, inclusive, a de resguardar o imóvel contra vários riscos. É justamente o que o seguro residencial faz.

Infelizmente, todos estamos expostos a riscos de inundações, danos elétricos, roubos, furtos e, até mesmo, incêndios no imóvel.

Por isso mesmo, ter um seguro residencial é a melhor maneira de aumentar a segurança do seu imóvel. Evitando que a família inteira fique prejudicada em casos de imprevistos como um alagamento ou qualquer outro problema que pode ocorrer.

Muito embora o brasileiro não tenha o hábito de contratar esse tipo de seguro, vale muito a pena adquirir um para o seu imóvel!

seguro residencial

4. Seguro Viagem

Em alguns países, o visitante só pode entrar se tiver comprovantes de que adquiriu um seguro viagem. Esse é um tipo de seguro que resguarda o viajante de variados problemas que podem ocorrer durante a viagem.

Infelizmente, muitos brasileiros acreditam que o seguro viagem é um dos tipos de seguros que não devem contratar. No entanto, especialmente em viagens ao exterior, o seguro viagem é uma forma de se resguardar extremamente importante.

Se ocorrer um extravio de sua bagagem, por exemplo, o seguro viagem resguarda você e disponibiliza uma quantia de dinheiro para que dê para comprar novas roupas.

Assim, evitando que o extravio seja um transtorno financeiro durante a sua viagem. Além disso, o seguro te protege de acidentes pessoais e invalidez. 

Portanto, o seguro torna a sua viagem muito mais tranquila ao saber que em casos de emergência basta ligar para a seguradora e você terá atendimento e suporte.

tipos de seguros pessoais

5. Seguro empresarial

Pouco conhecido, o seguro empresarial é importante para proteger indústrias e comércios em geral. Com a contratação desse tipo de seguro, o empresário poderá proteger seu negócio de situações adversas.

Como, por exemplo: incêndios, assaltos, danos aos equipamentos e uma série de outras coberturas que variam de acordo com a seguradora escolhida.

Esse é um dos tipos de seguros mais importantes para que a empresa não venha a quebrar por causa de algum tipo de imprevisto.  

6. Seguro De Saúde

O seguro de saúde é um tipo de seguro que permite ao segurado frequentar médicos e realizar tratamentos, pagando aos profissionais e sendo ressarcido posteriormente pelo seguro.

O funcionamento é motivo de dúvidas, muitas pessoas confundem o seguro de saúde com o plano de saúde.

No entanto, a diferença se dá justamente na cobertura. Enquanto o seguro de saúde permite que o beneficiário escolha o profissional desejado para os cuidados médicos, o plano de saúde limita o beneficiário aos profissionais credenciados.

Por isso mesmo, o seguro de saúde tende a ser uma boa opção para quem deseja ter maior liberdade.

Qual A Diferença Entre Seguro Individual E Seguro Em Grupo?

Além de escolher um dos tipos de seguros para suas necessidades, é preciso, também, analisar a forma de contratação.

É possível contratar o seguro individualmente, adotando uma relação direta entre cliente e seguradora, ou, contratar um seguro em grupo.

No caso dos seguros em grupo, o risco é diluído entre todos os participantes — o que torna essa relação mais vantajosa para todos.

E isso obviamente impacta no preço. Com o risco diluído, a seguradora tende a cobrar menos no valor da mensalidade.

Em geral, a forma mais comum de se contratar um seguro é no modelo individual. Mas seguros de viagem, por exemplo, podem ser adquiridos em grupo com maior facilidade.

Quando uma família ou um grupo de amigos vai viajar, todos podem se reunir para negociar o preço e conseguir baixar o valor do seguro.

Seja no seguro individual ou em grupo, é preciso ter cuidado de identificar se tanto a seguradora quanto a corretora de seguros estão cadastradas junto à SUSEP (Superintendência de Seguros Privados). 

Depois, certifique-se em sites de avaliação, como é a reputação dessas empresas. Afinal, se a empresa não cumprir o seu papel, a tendência é que, na hora de maior dificuldade, você tenha um problema ainda maior. 

Assim, tendo que recorrer à justiça para ter seus direitos como cliente garantidos. Por isso, na hora de fechar negócio com um seguro, é importante pesquisar com muito cuidado. Sempre se atentando para a reputação da seguradora.

Como fazer um Seguro de Vida? Confira o Passo a Passo!

Seguros Facultativos E Obrigatórios

Os tipos de seguros também podem ser facultativos ou obrigatórios. A seguir, você confere as varações obrigatórias.

DPVAT

O Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de via Terrestre (DPVAT) existe desde 1974, instituído pela Lei 6.194. 

O objetivo dele é assegurar vítimas de acidentes de trânsito (causados por veículos ou por suas cargas) ocorridos em todo o solo brasileiro. 

DPEM

Já o seguro DPEM (Danos Pessoais de Embarcações ou suas Cargas) criado em 1991, por meio da Lei 8.374, garante o seguro de vida e de danos pessoais de proprietários, condutores e passageiros de embarcações. 

Esse tipo de seguro também vale para todo o território nacional. 

Seguro de Acidentes de Trabalho (SAT)

Esse é um dos tipos de seguros mais antigos. A criação dele data de 1967 pela Lei 5.316. 

Como o próprio nome adianta, o objetivo desse seguro é oferecer apoio a colaboradores, em casos de acidentes de trabalho. 

É exatamente por isso que as empresas que seguem o regime CLT devem pagar um adicional à Previdência Social, já que é este instituto quem garante o SAT. 

Habitacional do Sistema Financeiro da Habitação (SFH)

O SFH, por sua vez, é o seguro que cobre morte e invalidez de quem possui ou possuía um imóvel em financiamento. Além disso, também faz a cobertura de danos causados ao próprio imóvel. Sua criação foi feita em 1964 pela Lei 4.380. 

Seguro Carta Verde

Por fim, mas não menos importante, existe o Seguro Carta Verde, criado em 1994, pelo Grupo Mercado Comum (pertencente ao Mercosul). 

A intenção desse seguro é dar assistência às pessoas que sofram danos pessoais ou materiais durante viagens pelos países do Mercosul (atualmente, composto por Brasil, Paraguai, Argentina e Uruguai).

Conclusão

Neste guia completo da ComVida Seguros, você pôde ver qual a definição de seguro. Muito mais do que isso, quais são os tipos de seguros mais contratados no Brasil. 

Só para relembrar, as categorias mais buscadas são as de seguro: automotivo, vida, residencial, viagem, empresarial e saúde.

Também existem os tipos de seguros obrigatórios, entre eles, um dos mais famosos é o seguro DPVAT — feito para assegurar vítimas de acidentes de trânsito. 

Independentemente de qual seja a sua escolha, fica registrado que ter um seguro é algo extremamente importante. Afinal, imprevistos fazem parte da vida. 

Com uma seguradora responsável e de qualidade, é possível atravessar os momentos de crise com apoio e muitos menos preocupações.

Entre em Contato com a ComVida Seguros e Cote o Seguro Ideal Para a Sua Necessidade!

Curtiu o post? Então compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos Posts: