Franquia de Seguro: entenda como funciona e como é calculada

Curtiu o post? Então compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
franquia de seguro o que é

Alguma vez, você já deve ter ouvido o termo: franquia de seguro. Na verdade, essa é só mais uma das terminologias próprias do universo de seguros. 

E para fazer uma contratação correta, é preciso ter um verdadeiro glossário em mãos. 

Parece complicado? Que nada! Saiba que a ComVida Seguros traz todos os conteúdos de extrema utilidade para você. 

Desta vez, nós vamos falar sobre as nuances da franquia de seguro, passando pelos seguintes tópicos: 

  • O que é franquia de seguro?
  • Existe franquia em qualquer tipo de seguro?
  • Como funciona a franquia do seguro?
  • Como é calculada a franquia do seguro?
  • Tipos de franquia de seguro auto;
  • Como escolher o melhor tipo de franquia?
  • Conclusão.

 

Então, continue a leitura e aproveite todas as dicas! 

O que é franquia de seguro?

A franquia de seguro é uma prática adotada, sobretudo, em seguros de veículos

Basicamente, ela faz parte do valor usado para reparo do meio de transporte (pertencente ao segurado). 

Além disso, você ainda vai ver que existem variações dentro da franquia de seguro. Mas isso já é um subtema para outro tópico.

Existe franquia em qualquer tipo de seguro?

Não, nem todos os tipos de seguro utilizam a franquia de seguro. Tudo vai depender de cada seguradora e, também, da modalidade de serviço oferecido. 

É por isso que, antes de qualquer contratação, você deve analisar todas as características do seguro em vista. 

Qualquer dúvida, não hesite em perguntar para os corretores ou outros profissionais da seguradora.

Como funciona a franquia do seguro?

Nós já falamos sobre o que é a franquia de seguro, mas, ainda é preciso entender como isso funciona detalhadamente. 

Nada melhor, então, do que usar um exemplo prático, não é mesmo? Vamos lá… 

Pense no caso de um seguro auto. Vamos supor que você tenha contratado esse tipo de serviço. 

Todo mês, então, você tem que pagar a taxa do seguro e, além disso, a franquia. Nesse caso, vamos supor que o valor total da franquia seja de 3 mil reais. 

Pois bem! 

Caso o seu veículo venha a quebrar e o conserto fique no total de 6 mil reais, você pagará os 3 mil (condizentes da franquia de seguro) e a seguradora pagará o que falta para o conserto — ou seja, os outros 3 mil. 

Resumindo: a franquia de seguro é um determinado valor usado para arcar com danos (sejam eles parciais ou totais) em relação ao objeto segurado. 

Além disso, em seguros de automóveis, a franquia também pode ser usada para cobrir danos a terceiros. 

Isso é bem comum quando o segurado se envolve em acidentes que tornam outros condutores vítimas, também. 

franquia de seguro

Como é calculada a franquia do seguro?

Cada seguradora pode adotar a sua política de cobrança de franquia de seguro. 

As opções geralmente utilizadas são as de: valor fixo e valor percentual. No primeiro, como o próprio nome diz, o cliente paga sempre o mesmo preço. 

Então, ainda que o conserto do carro custe, por exemplo 10 mil, você só vai arcar com 3 mil (valor da franquia). O resto fica por conta da seguradora.

Já na franquia de seguro percentual, a seguradora avalia o valor de conserto e, em cima disso, retira um percentual que você deve pagar. 

Em questão de economia, a primeira alternativa é a mais interessante. Afinal, o percentual pode gerar um custo bem grande, dependendo do tipo de sinistro

Tipos de franquia de seguro auto

Além das taxas fixa e parcial, existem outros pontos divergentes entre as franquias de seguro. Confira quais são eles:

Normal

Na franquia de seguro normal (a mais simples), o segurado paga uma parte do valor usado na cobertura

O preço específico fica estipulado na apólice do seguro, por isso, é tão importante fazer uma leitura atenta desse documento.

Majorada

Nesse caso, o valor da franquia é maior que o normal. Além disso, vale saber que essa é uma modalidade mais indicada para quem usa pouco o automóvel. 

Afinal, pense: quanto menos você usa, menos riscos há de ter problemas técnicos ou, ainda, de se envolver em um acidente.

Reduzida

Por fim, mas não menos importante, a franquia reduzida tem um valor mais baixo. Já o valor do prêmio é mais alto. 

Essas características são indicadas para quem usa o veículo com bastante frequência. Um exemplo disso são os motoristas de aplicativo.

Como escolher o melhor tipo de franquia?

Existem muitos cuidados essenciais na hora de contratar um seguro e, claro, de escolher uma franquia de seguro. 

Primeiramente, procure conhecer e entender todas as modalidades. Depois, vale pedir a indicação e focar em uma seguradora que tenha tradição no mercado. 

O terceiro passo é analisar as suas necessidades e próprio perfil de motorista. Por exemplo: é daquelas pessoas que usa demais o carro? Tem experiência com direção ou é novato? 

Tudo isso indica o nível de risco que você e o seu automóvel podem ter. Com isso, também fica mais simples entender se é melhor pagar menos ou mais na franquia de seguro. 

Outra dica crucial é sempre fazer uma leitura atenta do contrato de seguro, e expressar qualquer dúvida que venha a aparecer. 

Conheça os benefícios de um seguro auto!

franquia de seguro comvida seguros

Conclusão

Neste conteúdo, nós falamos sobre franquia de seguro, que é um determinado valor usado na cobertura de seguros. 

Essa prática é bem comum, sobretudo, em seguros de automóveis. 

Antes de fazer a sua contratação, avalie todas as características: tradição da seguradora, modalidades de franquia, valores envolvidos, tipos de coberturas e assistências oferecidas, etc. 

Para uma excelente contratação, também não deixe de conferir os serviços e a excelência de atendimento da ComVida Seguros! 

Curtiu o post? Então compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos Posts: