Seguro Residencial para Aluguel

Seguro Residencial para Aluguel

Curtiu o post? Então compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Está pensando em alugar uma propriedade que você amou, mas se deparou com a necessidade de um seguro residencial para aluguel?

Alguns proprietários exigem essa segurança para que o imóvel possa ser locado. Se você tem dúvidas com relação ao seguro residencial para aluguel, fique tranquilo! Nós iremos esclarecer alguns aspectos importantes.

Para facilitar sua leitura separamos o artigo da seguinte forma:

Seguro residencial é diferente de seguro fiança locatícia

Antes de fechar qualquer acordo ou contrato é importante entender que seguro fiança locatícia é diferente de seguro residencial.

O seguro fiança locatícia é oferecido em bancos e algumas seguradoras, sendo em alguns casos uma exigência do proprietário para alugar.

Essa exigência se dá porque, caso o inquilino deixe de pagar o aluguel por qualquer motivo, o proprietário poderá usar o dinheiro do seguro fiança para não ficar descoberto.

Em contrapartida, o seguro residencial é uma opção mais completa. Que oferece indenização em caso de danos ao imóvel.

Danos esses que precisam ser contemplados da apólice de seguro a ser contratado. A apólice precisa ser lida por inteiro antes de fechar negócio.

Sou obrigado a contratar seguro residencial?

Em hipótese alguma! O inquilino não é obrigado a contratar qualquer tipo de seguro para garantir seu direito de alugar um imóvel.

Em geral, o seguro residencial para aluguel é uma cláusula que o proprietário inclui no contrato de locação para se sentir mais seguro.

No entanto, se você não concorda pode expor seus motivos e tentar uma negociação. Essa é uma decisão que deve ser tomada de comum acordo.

Cabe lembrar que, a partir da assinatura de seu contrato de locação você assume o compromisso de pagar o seguro previsto no contrato.

Posso personalizar o seguro?

O seguro residencial é pedido em muitos casos como uma forma de resguardar o imóvel. Imagine-se no lugar do proprietário, que precisa resguardar esse bem de um incêndio, por exemplo.

Mas como locatário você pode personalizar o seguro da casa, uma vez que você será o responsável por pagar as mensalidades.

Para ter um bom resultado é preciso entender melhor quais são as coberturas adicionais e quais são as básicas.

Assim, é possível combinar de acordo com a sua necessidade montando uma proteção que seja interessante e fácil de pagar.

A combinação das coberturas influencia diretamente no preço da mensalidade de qualquer seguro. Por isso, é preciso conversar com o corretor, sempre tendo o cuidado de combinar de forma que proteja o imóvel e não pese no orçamento.

Enxergue os benefícios

Ao contar com um seguro residencial, você tem auxílio para desentupir pia, trocar uma resistência de chuveiro que estragou e muitos outros auxílios.

Uma vez que o seguro precisa ser feito para poder alugar o imóvel que você gostou, leia atentamente cada cláusula.

Conhecer essas informações te ajudará a usufruir muito do seguro. Esse tipo de seguro sempre é bem utilizado, afinal, são muitos os serviços prestados pela seguradora nesses casos.

E quem nunca esteve tomando um delicioso banho quente e a água esfriou? Trocar resistência de chuveiro não é nada simples e você pode contar com o seu seguro a depender da cobertura.

Considere se vale a pena em seu orçamento

O seguro residencial sendo pago pelo inquilino deve ser considerado em seu orçamento mensal. Por isso mesmo, não cabe ao proprietário a escolha da empresa que irá fechar esse tipo de seguro.

Sendo importante como contratante que o inquilino escolha a seguradora e compare os preços e diferentes coberturas. Tendo em vista que a depender do valor mensal a ser pago somado ao valor do aluguel do imóvel, o total pode não caber no seu orçamento.

O ideal é comparar para encontrar algum seguro residencial que sirva para as necessidades e também caiba no orçamento quando somado ao valor mensal do aluguel.

Caso contrário, você se expõe ao risco de ficar inadimplente seja com o seguro ou com o proprietário do imóvel. E ambos os casos são problemáticos.

Afinal, em qualquer um dos casos se você ficar inadimplente terá problemas graves. Deixar de pagar o seguro causará o cancelamento da cobertura. E deixar de pagar seu aluguel poderá te expor a ficar sem o imóvel.

Seguro residencial é um instrumento de segurança

O imóvel próprio é um grande sonho para a maioria dos brasileiros. Não fazer um seguro para esse bem que foi tão difícil de conquistar deixa a família inteira em risco.

Infelizmente, nenhum imóvel está livre de riscos como: incêndio, enchente e outras adversidades que podem ocasionar danos em seu imóvel.

Em alguns casos, esses danos podem ser ocasionar grandes perdas financeiras para aquele proprietário que não teve o cuidado de contratar um seguro para seu imóvel.

Além disso, todo imóvel precisa de alguns cuidados e reparos ao longo do cotidiano. Como o caso anteriormente citado, ter com quem contar para cuidar de um cano entupido ou um chuveiro que não esquenta mais é importante.

Principalmente para quem tem um cotidiano corrido e não tem tempo para lidar com essas questões ou não sabe realizar pequenos consertos.

Ter um seguro é fundamental para a qualidade de vida e tranquilidade relacionada ao imóvel. Até mesmo por uma questão de segurança de toda a família.

Considerar que algo pode acontecer é sempre um cuidado necessário para estar melhor protegido se de fato o problema ocorrer.

Por todos esses motivos, o seguro residencial não deveria ser somente uma ideia de quem pretende alugar, passando a se popularizar no país e proteger mais famílias.

Agora que você já sabe mais sobre Seguro Residencial para Aluguel que tal contratar o seu? Entre em contato conosco para solicitar o seu seguro ou contrate online.

Curtiu o post? Então compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos Posts: