Seguro Paramétrico: o que é, para que serve e benefícios

seguro paramétrico

Curtiu o post? Então compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O seguro paramétrico é uma modalidade de seguros que é muito útil para proteger o faturamento futuro de uma propriedade rural.

Diferentemente do seguro rural tradicional, o seguro paramétrico é feito através de índices pré-estabelecidos e pode ser acionado mesmo que não haja danos materiais.

É para te ajudar a entender melhor essa modalidade de seguro, como ela funciona e seus benefícios que a ComVida trouxe este texto hoje. Boa leitura!

Conheça o Seguro Agrícola da ComVida, a melhor proteção para a sua fazenda.

O que é seguro paramétrico?

Para entender exatamente o que é o seguro paramétrico, primeiro temos de voltar um pouco e entender como funcionam os seguros rurais normais.

Quando estamos falando do agronegócio, tanto a agricultura quanto a pecuária ficam suscetíveis às ocorrências de eventos climáticos que estão fora do controle do agricultor.

O seguro rural (ou seguro agrícola) e suas diferentes modalidades surgem nesse contexto para oferecer modalidades de proteção das atividades conduzidas na propriedade.

Contudo, nesses seguros tradicionais, a indenização só ocorre em função das coberturas existentes e das perdas ocorridas.

Para dar um exemplo, vamos imaginar que tenha acontecido uma seca muito severa, que acabou levando a perda da safra.

Nesse caso, configura-se o sinistro e o ressarcimento é providenciado, ou seja, a seguradora indenizará o produtor por conta dos danos sofridos.

Já o seguro paramétrico toma como referência para o ressarcimento não as perdas provocadas pelos eventos climáticos, mas o fato desses eventos, como as chuvas e as secas, por exemplo, terem atingido um determinado parâmetro ou índice.

Esse índice é acertado previamente entre o produtor e a seguradora em função das características do local onde a terra está localizada, que são diferentes dependendo de qual região do país estamos falando.

A partir disso, é possível ser indenizado em razão da ocorrência climática ter alcançado o valor contratado mesmo que não existam danos significativos à lavoura.

Ou seja, apesar de também estar relacionado a eventos climáticos, o seguro paramétrico é bem diferente dos seguros rurais tradicionais.

Resumindo: o seguro paramétrico tem como principal objetivo permitir que o produtor não sofra danos patrimoniais em razão de variações climáticas que não permitam a produção agrícola normal.

Por isso, esse tipo de seguro não se limita somente ao produtor rural, mas vai muito além do agronegócio, atendendo qualquer atividade cujos negócios possam ser afetados pelo clima, como hidrelétricas, usinas de energia solar e eólica, etc.

Para que serve?

para que serve seguro paramétrico

Como vimos, o seguro paramétrico serve para atender às necessidades específicas dos produtores rurais dentro dos seus contextos, protegendo os resultados do negócio de oscilações climáticas.

Ou seja, se você possui uma fazenda em uma região onde há a possibilidade de muita seca, ao utilizar o seguro paramétrico, você consegue ter uma indenização paga caso os índices estabelecidos no contrato se concretizem.

Em outras palavras, não é preciso ocorrer dano material para o acionamento do seguro paramétrico. Ele vai servir como uma maneira de precaver a possíveis variações climáticas e preservar o patrimônio investido, garantindo um rendimento mínimo.

Não se trata de um seguro que protege contra danos materiais, mas sim que preserva a sua projeção de lucro com as safras futuras.

É por esse motivo que eles são estruturados às necessidades específicas da operação de cada cliente.

Através dele, é possível proteger a sua receita contra a imprevisibilidade de eventos climáticos na região da sua fazenda, sem que seja necessário ocorrer dano material.

Benefícios

O seguro paramétrico é uma opção interessante por  ser um produto com foco nas necessidades do produtor rural, mas essa modalidade se destaca também por outras vantagens. Conheça abaixo quais são os benefícios:

Seguro contra imprevistos e, consequentemente, prejuízos

Em comparação aos tradicionais seguros agrícolas, o seguro paramétrico se destaca por prevenir o produtor também de prejuízos não previstos.  

Por levar em conta eventos climáticos, e não necessariamente os danos provocados.

Ocorrendo ou não danos à produção, se o parâmetro climático definido na apólice for ultrapassado, o produtor consegue garantir a indenização, não ficando no prejuízo.

Maior produtividade e qualidade

Além de outros fatores que podem interferir na produtividade de uma lavoura, podemos dizer que a preocupação com eventos climáticos também está na lista de situações que podem fazer com que o produtor perca o sono.

Com a garantia do seguro paramétrico diante de eventos climáticos, é possível se concentrar com muito mais foco em outros processos que vão garantir a qualidade e, claro, a produtividade na plantação.

Cobertura mais efetiva

Outro benefício do seguro paramétrico é sua cobertura mais efetiva. Isso porque, após a definição dos parâmetros adotados, a avaliação será realizada por indicadores institucionais, de forma mais direta e ágil.

Por ser uma avaliação de indicadores institucionais, a avaliação não se torna subjetiva, não dependendo da avaliação da seguradora.

Dessa forma, eventualmente, se o agricultor precisar solicitar a indenização ativando o seguro, o pagamento será muito mais rápido.

Ou seja, é uma comodidade ainda maior para o produtor.

Possibilidade de indenização na colheita

Por ser muito mais rápido o processo de avaliação dos índices considerados para o pagamento da indenização, muitas vezes o produtor consegue ser indenizado ainda durante a colheita da lavoura.

Novamente, essa rapidez se dá pelo fato do acionamento do seguro ocorrer por conta dos parâmetros contratados.

Consulta a mais de um índice parâmetro

Outra característica do seguro paramétrico é que ele pode ser customizado. Se for necessário, o produtor pode solicitar que o seguro avalie mais de um índice para o pagamento.

Dependendo das características de cada região e cultura, é possível unir a avaliação de índice pluviométrico (chuvas), como também da temperatura ao longo dos dias.

Conclusão

Em um cenário imprevisível de mudanças climáticas e eventos extremos cada vez mais frequentes, o seguro rural tradicional já é essencial, mas os agricultores que desejam proteger as suas projeções de lucro devem considerar o seguro paramétrico.

Diferentemente dos seguros tradicionais, no qual há a necessidade de haver perda material para o pagamento da indenização, no seguro paramétrico, as coisas funcionam de maneira um pouco diferente, pois o que está sendo segurado não é o patrimônio em si, mas as projeções de lucro com uma safra.

Nele, o agricultor e a seguradora estabelecem índices climáticos que, se forem atingidos, levam ao acionamento do seguro, garantindo que, caso uma temporada de seca seja muito longa, por exemplo, o agricultor ainda receba sua indenização mesmo que a perda total ou parcial da lavoura não tenha acontecido.

Dessa forma, é possível se antecipar às variações climáticas e garantir que, mesmo com uma safra mais pobre, as projeções de lucro sejam cumpridas.

E aí? Gostou do texto de hoje? Então aproveite para conhecer mais dos seguros da ComVida!

Encontre o seguro ideal para você! Conheça agora mesmo todas as opções de seguros ComVida.

Curtiu o post? Então compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos Posts: